.: Resenha – Sr. Daniels – Brittainy C. Cherry :.

11831947_990237874331634_1104237147_o
por: Fernanda Schmidt

Título Original: Loving Mr. Daniels
Páginas: 230
Editora: Record

Ashlyn e Daniel estão em um dos piores momentos de suas vidas. A irmã gêmea de Ashlyn morreu e sua mãe manda ela morar com o pai, com quem teve pouco contato e que mora em outra cidade. Os pais de Daniel haviam morrido e seu único irmão estava preso.

Ashlyn conhece Daniel a caminho da casa de seu pai, enquanto estava no trem. Ele a convida para ir a um bar no qual ele iria tocar. Os dois se envolvem e marcam um novo encontro. As aulas começam e Ashlyn descobre que seu professor de inglês, o senhor Daniels, é o Daniel. Os dois passam pelas dúvidas e pelos problemas do amor proibido entre aluna e professor, apesar de terem se conhecido antes das aulas iniciarem. O problema é agravado pelo fato de o pai de Ashlyn ser o diretor do colégio.

Gabrielle, em seus últimos dias, escreve várias cartas para a irmã, as quais estão numeradas e a legenda da numeração está em uma lista de coisas que Ashlyn tem que fazer antes de morrer. Cada uma das cartas só pode ser aberta após Ashlyn realizar as tarefas da lista. Entre os itens da lista estão: beijar um desconhecido, dançar em uma festa, ficar bêbada, entre muitas outras ações que a personagem não realizaria caso não fosse a curiosidade de ler as cartas da irmã.

Alguns personagens secundários ganham destaque, como é o caso do Ryan, o enteado do pai de Ashlyn. Ele é gay, mas tem que esconder devido à mãe ser muito religiosa e não aceitar a opção sexual de seu filho. É um dos personagens mais bem humorados e que te faz querer ajudá-lo em suas histórias com os Tonys. Outra personagem é Gabrielle, irmã gêmea de Ashlyn. A personagem está morta e, mesmo assim, nos momentos em que ela aparece, seja nas suas cartas ou nas histórias contadas por Ashlyn, você tem vontade de a ter conhecido e de ter uma carta dela destinada a você.

O livro é regado por música e outros livros. A abertura de cada capítulo contém um trecho de música da Romeo’s Quest, banda de Daniel. Muitos livros são citados na história, como Harry Potter, Otelo, O sol é para todos, entre outros. A maioria deles é de Shakespeare, a maior inspiração da autora. Tanto que Shakepeare não aparece apenas nos livros ou citações de trechos das obras, mas em elementos como o nome da banda de Daniel, o nome do livro de Ashlyn (Para Encontrar Julieta), o amor proibido e o drama.

A obra é de uma leitura muito gostosa e de grande sensibilidade. Percebe-se a delicadeza da autora quanto a tratar de assuntos ruins como a morte, depressão, doenças, prisão e uso e drogas. Os personagens apresentam problemas reais, mesmo que, em alguns momentos, pareçam meio exagerados, já que tudo de ruim acontece com as pessoas no pequeno período de tempo em que a história é contada. Em alguns momentos parece que não vai existir nenhum período de calma e felicidade, mas o fim é bastante bonito e dá a esperança para a existência do “e viveram felizes para sempre”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s